Viagem 10 anos de casados- Cruzeiro Bahamas

Viagem 10 anos de casados- Cruzeiro Bahamas

Fev/16

Sabe aquela viagem tão sonhada e ao mesmo tempo não desejada? É assim que finalmente é inacreditavelmente que saiu nossa viagem!

Sonhada pq sempre pensamos em fazer uma viagem a sos só eu é o Rony,mas não desejada pq na prática sempre achei inviável e com aperto no coração deixar as crianças até pq minha estrutura com eles é basicamente eu e sempre acho q ng conseguiria me substituir e dar conta da rotina deles durante minha ausência.

Ha 2 anos dou de presente pro Rony de aniversário essa viagem mas nunca rolou. Dessa vez foram mtos pontos favoráveis e enxerguei a maior e talvez única oportunidade de acontecer. Digamos que nosso maior empecilho no sentido emocional teve um convite nesse feriado de carnaval para Disney,a Sarah pela primeira vez viaja sozinha(com a vovó Gre e vovô Jack) e teve esse convite irrecusável!!

Por outro lado,nesse feriado todo ano vamos para Juquehy que dessa vez não poderia ir por causa do Zika que já zicou minhas férias pra Fortaleza e “deixei na mão” o Rony com os 3. Em Abril faremos Be”H 10 anos de casados e já estávamos planejando a tão esperada viagem de lua de mel pós filhos! Bom,a ocasião fez o ladrão e aproveitamos todas essas oportunidades para adiantarmos a viagem!

Fechei tudo enquanto eles estavam em Fortaleza. Passagens com milhas(na verdade 1 dos 4trechos não consegui com milha e foi pagante) e cruzeiro pela Royal Caribbean para Bahamas com paradas em Coco cay,St.bart e San Marteen que tinha mta curiosidade em conhecer e achei propicia para uma viagem que tudo que queremos é relaxar!!

Saímos do Brasil motse Shabat (dia 06/02) bem corrido,acabou Shabat,fizemos havdala q já tinha separado tudo,faltava guardar umas coisas nas malas dos meninos,liguei o celular pra chamar o Uber pela primeira vez e BH deu tudo certo(fomos de Tam).

Diferente do que imaginei,saí bem tranquila de preocupação. Além de ter deixado pra minha mãe que ficará com os meninos tudo mega organizado:malas separadas,roupas pra semana,pra Shabat,uniforme,brinquedos…saímos com eles hiper empolgados que estavam indo ficar na vovó que tanto amam e o lado bom da correria foi que nem deu tempo de tantas despedidas!!

Dia 01- chegamos às 5 da manhã no aeroporto de Miami. Não consegui com as milhas que tínhamos voo para Orlando. Já tinha alugado um carro na Sixt para irmos de lá até o aeroporto de Orlando. Estávamos quebrados,Rony assistiu 3 filmes nem dormiu e eu bem pouco e bem mal como sempre. Tento me policiar de não falar com ele tanto das crianças mas penso direto comigo mesma como é diferente viagem sem kids. Tb gosto muuuuito de viajar com eles apesar de ser hiper cansativo e chegarmos podres,então não posso dizer que só nós é melhor,é diferente! É uma sensação de leveza que aumenta à medida que você vê mães com carrinhos de bebê,crianças chorando,chamando pela mãe ufaaa q alívio não preciso tomar nenhuma atitude! E as interrupções,posso conversar tranquila com o Rony sem falar 1min já continuo:”pára de bater nele Sassa”,”mãe já terminei,vem me limpar” hahaha isso é de fato uma delícia!!

Dividimos quem dirigiu o carro na estrada pq eram 4hs e os 2 exaustos. A devolução do carro era no aeroporto mas entramos e tinham todas S empresa menos a nossa! Que sufoco passamos,eram 11:40,o ultimo transfer para o porto era 12:30 e nada de devolver o carro. Enfim encontramos,era mesmo fora do aeroporto e tinha uma van q levava até o aeroporto! E lá tb foi um corre corre pq fomos pro terminal errado e como sempre,nos 45 do segundo tempo tudo dá certo BH!!

O cruzeiro saiu de Port Carnaveral! Dessa vez tinha um super esquema de segurança com RX das malas q não lembrava se fizemos no cruzeiro da lua de mel. Nossa cabine é 8111(interna) e o navio é gigantesco,no corredor parece q tem espelho mas não é,não tem fim! Ainda não conhecemos todo o navio,mas vimos que tem um shopping no quinto andar com lojas,restaurantes,tudo iluminado,lindo. A primeira coisa que teve foi uma brigada de incêndio que obviamente eu tinha todo interesse em participar já que até comentei com o Rony q agora q sou mãe estou tão medrosa q dÁ até vontade de passear por aí com o colete de salva-vidas bem vexame:) jantamos salada e capotamos cedo,os 2 exaustos!

Dia 02(08/02)- acordamos cedo(às 7:00) rezamos,tomamos um café maravilhoso,praticamente tudo U,cream cheese,leite,manteiga,iogurte,granola…show! Fizemos o pedido de hoje das refeições e fomos para a ilha de Coco cay com um barco. Passeamos pela ilha à pé,a cor do mar é inacreditavelmente transparente e foi bem gostoso! Não fechamos nenhum passeio achamos todos bem caros e o tempo não estava com sol constante,acho que não conseguiria curtir o snorkel no mar que achei bem geladinho! A ilha pertence ao Royal Caribbean e é extremAmente organizada,tudo limpo,vários quiosques de comidas tudo incluso. A partir das 11:30 já começam a servir frutas fresquinhas e pra quem come tem quiosque de vários tipos; hotdog,hambúrguer,comida normal… Pra gente, só pedimos de manhã e o que pedimos foi levado pra lá e 12:00 como pedimos estava quentinho. Essa vantagem de poder pedir Kasher no navio é maravilhosa. A comida não é nota mil até pelo fato de ser congelada mas as opções são mto boas Tilápia,salmão,medalhão de frango,filé Minhon,ravioli…

Tomamos sol nas milhares de cadeiras da ilha e aí quando vc acha que está abafando de biquini (coisa rara nos dias de hj foi só pq não conhecia ng) percebem que vc está grávida 😦 o Rony comprou uma raspadinha de pinacolada com rum e o moço ofereceu mais um,disse dá esse sem álcool pra sua esposa que está grávida 😱

Voltamos da ilha,Rony fez ginástica,sauna,Jacuzzi!! Eu tb acabei entrando na Jacuzzi mas pco tempo,fiquei com medo de dilatar já 😬

A noite assistimos um show,musical estilo Broadway ótimo mas estávamos com sono e saímos antes,logo capotamos!

Dia 03(09/02) – a bordo. A Sassa pediu pra filmar o navio e foi ótimo pra conhecer tudo,tem uma parede de escalada,mini golf,piscina com simulador de onda pra ir com prancha,sala de fliperama estilo Playland,várias salas lindas especiais pras crianças brincarem…Hj nos rendemos e acabamos contratando internet até o final(U$20/dia/pessoa) loucura 😱 Ficamos bastante na área piscina,entramos em uma quentinha mas não tanto como Jacuzzi! À noite assistimos um outro show de um cantor shwartze humorista,ótimo!! Depois comi meu sorvetinho delícia de cd dia!!

Dia 04(10/02)- St.Thomas- hj o passeio começou só umas 11:00hs,tomamos aquele café da manhã delícia e já aproveitei e fiz sanduíche de beigale com creamchesse,salmão defumado e alcaparras pra levarmos! A ilha é bem gde,o tempo estava ótimo,bastante sol. Chegamos sem saber mto pra que lado ir,a maioria do navio foi direto pro shopping,aqui a especialidade são diamantes e relógios! Seguimos andando até o centro da cidade e pensamos em alugar uma scooter pra conhecer melhor a cidade mas q única q encontramos era U$65 e desistimos. Descobrimos q a melhor praia pra fazer snorkel é Cuki beach então pegamos um taxi até lá (U$10/pessoa ida e depois a volta). Já ficamos hiper bem impressionados com a praia assim q chegamos,chocante a cor do mar,transparente! Nos instalamos em frente a um restaurante q tinha tudo pra alugar e usamos todos os serviços hehe cadeiras,locker,aluguel de snorkel,pé de pato cd coisa U$5/pessoa. Eu toda desajeitada com aquele snorkel e andando igual para mesmo com pé de pato enfrentei a água um pco gelada,encarei e entrei! No começo até se acertar com aquele bocal q só entra água ufa mas depois é delícia e ver aqueles peixinhos é maravilhoso! Infelizmente esquecemos a câmera go pro e acabamos comprando uma capa de colocar o celular sem molhar mas não funcionou com o celular do Rony acho q pela temperatura da água e eu não tive coragem de arriscar o meu então ficamos sem fotos embaixo da água!

Almoçamos nesse restaurante um peixe no papel alumínio e bebemos umas cervejas e caipirinha(estilo) por lá e ficamos curtindo até o final do dia enquanto podíamos! Relax,paradisíaco total e tinham mtas pessoas locais,uns shwartzes estilo bob marley,praia toda cherando maconha!

Passeamos pelo shopping um pco,o Rony comprou um Swatch pra ele e depois logo entramos no navio!

Tomamos um banho,nosso cabelo estava um nojo do mar,fomos pro jantar. Hj descobri finalmente q o sorvete de casquinha de creme e chocolate q fica disponível o dia todo na piscina é UD. Já tinha perguntado pra vários garçons mas hj um deles me mostrou a caixa Ehhhh não sei se isso é bom ou ruim BH descobri no final,vou ficar fã!!

Às 21:00 assistimos um show do Drew Tomas um mágico ilusionista fantástico,surreal a produção. Parecia Hollywood! Começou com 4 dançarinos presos por um fio subindo uma tela touch screen,ou seja,subindo na parede com acrobacias incríveis! Esse mágico parece q é conhecido no EUA,tem mta dança,cenários lindos,e no meio da encenação ele faz umas mágicas de desaparecer com as pessoas,ele desaparece e aparece totalmente em outro lugar. Uma hr pegou uma criança da plateia q escreveu uma letra em cd lado da moeda,mostrou antes uma latinha de Coca q não fazia barulho e de repente coloca a moeda dentro,a latinha continua fechada sem vazar e qndo ele abre e tira a Coca lá estava a moeda…enfim foi até agora o melhor show! Depois tinha uma festa com banda na piscina,ficamos um pco estava bem cheio com coreografias e tal mas depois fomos dormir!

Dia 05(11/02)- St.Marteen. O navio atracou às 8 mas saímos umas 9:15 de novo meio perdidos sem saber pra onde ir. Fomos na direção da maioria que era um lugar tipo ponto de taxi gigante com táxis van. Tinham vários pacotes. Fechamos um de 3hs de duração que parava em vários pontos. Era uma van com mais 8 passageiros além de nós! O bom foi q o motorista (Victor) era bem gente fina e funcionava com um espécie de guia turístico,o caminho todo explicava sobre a cidade. Vamos lá do que entendi,escutei e do que me lembro (estava na última fileira). Tem 2 partes a ilha,uma pertence aos holandeses que é a mais desenvolvida e o salário mínimo de quem trabalha é de U$800,00 e uma parte francesa que segundo ele,recebem no mínimo U$1000,00 sem trabalhar. Falam 3 línguas lá:holandês,francês e inglês. A vegetação é bem seca,vimos várias Iguanas no meio do mato.

Philipsburg-primeira praia que paramos em um mirante pra fotografar,visual lindo com vários barcos e yatches chiques!

Indigo bay- vimos de cima também, lá é onde fazem dessalinizacao da água do mar( toda agua da ilha vem do mar).

Mohi- praia conhecida e badalada,ficamos um pouco mais de tempo. Lá é conhecido pq é do lado de um aeroporto e os aviões que passam direto decolam mto perto da praia. Ficam todos os turistas de paparazis esperando passar um avião e a cor da água é linda tb! Bem cheia,tem uns barsinhos e em um deles vimos 4 mulheres (gordinhas e feias BH hehe)do nosso lado de topless e depois vimos uma placa no bar: “Here woman with topless receive free drinks” 😉

Paramos depois num centrinho com feira rip,onde já comprei umas camisetas de lembrancinha pros sobrinhos e depois fomos num píer cheio de barcos ao redor.

Bikini beach- uma praia linda,talvez a mais linda de hj. Tínhamos até programado de ficar por lá aí pegaríamos um taxi na volta mas pena assim q sentamos começou a chover! Água do mar completamente transparente,extensão boa de areia e de praia,badalada tb,maravilhosa mas acabamos continuando o tour.

Por fim fomos num outro centro já próximo do porto onde estava o navio. Tinham várias lojas de marca,bastante comércio e sentamos num restaurante por lá pra almoçar. Tínhamos levado nossa comida do navio e pedimos pra esquentar no microondas. Esse nosso esquema é ótimo pq a comida vem lacrada 2x podemos levar pra qq lugar. Tomamos suco,pinacolada e o Rony tomou umas cervejas enquanto usamos o wifi de lá!

Ficamos depois 1hr na praia de lá mesmo que apesar de não ter uma cor tão linda do mar como as outras é uma praia bem gostosa,tranquila meio familiar,plana enfim tava um sol bem gostoso, dureza foi ter que sair pra voltar pro navio. Aliás só de ter ficado esses tempos vetada de ir pra praia por causa do Zika fiquei morrendo de saudades por isso acho que aproveitei melhor,apreciamos mais qnto menos temos 😉 No porto,o Rony resolveu comprar uma garrafa de rum pra fazer pinacolada com as bebidas que tem no navio mas entrando,passamos pelo RX e eles confiscam as bebidas alcoólicas até o final do cruzeiro,acabou com a festa 😩 Vimos o por-do-sol no ultimo andar lindooo,Rony fez sauna e agora vou tomar banho pra irmos pro show. Hj é estilo holiday ON ice! Esse show é realmente inédito,super produção,bailarinos espetaculares,cenários e temas super originais,fiz vários filminhos.

Dia 06(12/02)- dia a bordo cheio de programação! De manhã,fomos na patinação no gelo mesma pista onde foi o show de ontem mas comigo foi um show de decepção,quase não me soltei da barra medo pela gravidez e cansaço como nunca,a cd 5voltas sentava pra descansar,o Rony manja bem mais,foi gostoso e os dançarinos q são os funcionários q cuidam de tudo lá;) almoçamos parvê pq hj queria inaugurar o sorvete da piscina q descobri ser UD! Super valeu,o de baunilha é simplesmente idêntico ao do Mac humm delicious se desse pra levar pro Brasil era 1 mala inteira. Fiquei um pco no computador pra fechar o hotel de Orlando. Ligamos pra toda Family e falamos com as ccs q estão super bem e felizes BH. Me arrumei pra Shabat e rezei pra dar tudo certo com as velas pq sabia q no quarto por segurança não deixariam mas subi no restaurante e de cara já falei q já fiz um cruzeiro e me deixaram acender na cozinha(mentira,nem lembro como foi) Me arrumaram 2 velhinhas de aniversário e um isqueiro 😬 era o q tinha e acendi num prato em cima de uma mesa no restaurante mesmo.

Tínhamos visto no painel de avisos de comunidades q teria Kabalat Shabat às 18:30 naquela capelinha. Fomos os primeiros a chegar crentes q teria Minian pq já tinham 10 taças,vinho Kasher e as kipot e sidurim. No final veio um casal de ny q deve ter sido quem agitou e mais umas 6 mulheres e 1 com filho. Foi divertido,diferente,ele era estilo modern ortodox pulava vários trechos só fez o principal e umas partes faladas traduzidas do inglês. No final,o Rony fez o Kidush e esse Sr. Fez hamotsi sem netilat yadaim e distribuiu pra todos:) assim pelo menos sentimos mais o clima apesar de não ter tido Minian. Jantamos no deck 11 mesmo,mais afastado do pessoal da mesa q estranharia ainda mais hj todos os rituais além dos costumeiros plásticos das embalagens na mesa,chocamos só um pouco hehe Dia 07(13/02)- Shabes ON board! Não foi mto clima como esperava mas até que deu pra fazer direitinho! Tomamos café com aquele visual deslumbrante do sol refletindo no mar em movimento que queria ter todos os dias pra mim. Fomos no mini golf jogar,foi bem gostoso. Nunca tinha jogado mas até q fui bem,obviamente perdi do Rony. Olhamos a piscina de surf com simulador da onda,bem legal mas na atual situação jamais me arriscaria!!

Dormi bem mal essa noite então fomos pro quarto e capotamos umas 2hs até o horário do almoço! Hj tb fiquei parvê pelo sorvete mas não tinha de baunilha meu predileto,só morango e chocolate,foi gostoso tb! À tarde estava sol mas ventando bem,ficamos na área da piscina. Eu de roupa de Shabat e o Rony entrando e saindo da Jacuzzi. Jantamos hj antes de acabar Shabat pq tinha vários afazeres qndo acabasse. O Sushi man me fez um prato especial de salmão e avocato pq hj não tinha nada Kasher! Fizemos havdala no quarto rapidinho pra não apitar nada no quarto. Eu fui pro computador fechar o aluguel do carro pra amanhã! Terminamos de fazer as malas(tinha começado antes de Shabat). O esquema é deixar todas menos a mala de mao pra fora do quarto até às 23:00 pra levarem amanhã até o terminal,fora do navio. Assisti o show:”Once upon time”. Era um musical mto bem feito aliás aqui nada é meia boca,tudo alta production. Cenários maravilhosos e artistas hiper talentosos. Foi tipo uma diferente interpretação das principais histórias de ficção infantil:chapeuzinho vermelho, Cinderela,Pinoquio,Bela adormecida…Maravilhooooso Fui no restaurante pedir algo pro café da manhã pra comer em Orlando mas não sei se vai rolar,ele estranhou bem pela cara qndo pedi essas comidas pro café da manhã hehe Hj o Rony resolveu comprar o pacote de bebidas completo de U$49 com cerveja e drinks alcoólicos e de noite me fez uma surpresa e comprou a foto nossa do navio à noite q tinha amado mas obviamente não tinha coragem de comprar carerrima!

Nossos créditos de U$50/cd passageiro não apareceram,vou ter q desembolsar e depois ir atrás e assim nunca terminam meus serviços 😄

Dia 08(14/02)- fim desse cruzeiro incrível que peninha 😥😥

A saída do cruzeiro foi super organizada, é uma logística impecável; passageiros desembarcando de 7 às 9:30 e novos passageiros embarcando para o próximo cruzeiro a partir das 11:00hs, quase 3.000 pessoas. No dia anterior, deixamos as malas prontas do lado de fora do quarto e eles já levavam direto para o saguão do desembarque. Cada setor tinha um horário específico de saída para não ficar uma zona. Acordamos mega cedo, eu com o último xixi 5:45, tomamos café, deu tempo de pegar os raviólis pra levarmos, as últimas coisinhas pra tomarmos de café da manhã e lanche e saímos. Fomos de transfer até o aeroporto de Orlando e de lá um transfer da companhia que tinha alugado o carro “ Axel”. Chegando lá tivemos a feliz notícia que o valor que tinha alugado por esse dia e meio U$47,00 seria acrescentado mais U$50,00 pq somos estrangeiros. Nunca tinha ouvido falar nessa taxa, mas ok tivemos que aceitar, dei uma pesquisada na internet e em outras tb teria essa taxa possivelmente e só conseguiríamos alugar bem mais tarde e táxi 2 trajetos já daria esse valor. Ficamos de mãos atadas e assim fechamos.

Deixamos as malas no hotel que eu tinha fechado, mas ainda não dava pra fazer o check in pelo horário, as malas então ficaram na recepção. Partimos para as compras. Nosso dia se resumiu a camelar de um lado pro outro; eu atrás de coisas para as crianças da lista de itens que faltavam pra eles e o Rony pra ele. A parte das compras faz uma diferencaaaaaa sem eles. Fui nas lojas com o Rony, ele provava com calma e o esperava sentada palpitando o que ficava bom ou não. Passamos o dia no Premium Outlet. Comprei bastante pras crianças, mas a verdade é que a maioria das coisas convertendo o dólar a R$4,00 pouca coisa realmente compensa; na Rauph Lauren por exemplo q sempre faco a festa só consegui comprar uma camisa, um horror os preços. Almoçamos os raviólis e mais tarde fomos na Ross dress for less e Walmart que amamos e achamos sempre várias coisas diferentes, dá vontade de levar quase tudo, até bicicleta eu queria hehe

Mas dessa vez no Walmart de roupas das kids não tinha tudo que normalmente compro, cuecas, meias, moletons…mas já valeu! Chegamos às 22:00hs no hotel, super esgotados e recebemos uma ótima notícia: o hotel lotou e não tínhamos quarto, porém eles conseguiram nos encaixar num hotel da rede deles Rosen 5 estrelas. Fizemos um upgrade gratuitoJ

O hotel era incrível, pena que não deu pra curtir tanto, mas nos sentimos o máximo. O quarto tinha uma super vista para um campo de golf que era dentro do hotel, quarto hiper espaçoso, nos lembrou o quarto de San Diego!! Valeu super!!

Dia 09(15/02) – último dia! Por um lado bate aquela deprê de que tudo está chegando ao fim e back to reality e por outro uma saudades imensa de todos. Fizemos mais umas compras e consegui encontrar no Walmart os cabides que eu queria pra trocar todos os meus, de veludo, comprei uns 200, achamos raquete de tênis pros meninos e mais várias coisinhas legais!
Devolvemos o carro umas 18:30 e partimos pro aeroporto. Sabíamos que encontraríamos a Sarah e o Jack no voô, pq durante a viagem ela insistiu para virmos nossas passagens pq pensou que fosse o mesmo voô. Eles vieram de Miami e fizeram escala em Orlando. Já matamos as saudades e lá mesmo acabou nossa lua de mel buaaa. Ela fez o papi trocar de lugar com ela, voltamos eu e ela e o Rony com o Jack, acabou mesmo nossa festa hehe

Esqueci de escrever que compramos no Walmart uma mesa desmontável pra 8 pessoas que faz tempo o Rony queria comprar pra shabat qndo vem mta gente. Chegando no Check in recebemos a infeliz notícia que tinha o tamanho maior que o permitido e teríamos que pagar um extra de U$100,00 sendo que a mesa custou U$40,00. Todo nosso contentamento com a nova aquisição foi pro brejo, massss como sei que tudo é Minashamaim e pro nosso bem não me abalei. Porém tb não me contentei em deixar essa mesa lá largada. Comemos nossos sanduíches e tive uma idéia. E se tentássemos com alguma companhia aérea que tb estivesse indo num horário próximo pra SP? E foi o que fzemos. Fomos até a Tam, o vôo saía 1 hr depois do nosso, tb direto. Primeiro perguntamos para as atendentes se poderíamos despachar essa mesa pelas medidas. Elas checaram com o supervisor e a resposta foi…Siiiim. Bom ai falamos a verdade, que estávamos embarcando com a Delta que não permitiu, se podíamos tentar com algum passageiro que tivesse só com 1 mala para despachar e deixaram. O Rony que é mais cara de pau, pediu para uma família que não aceitou e depois para outra que mesmo com 3 filhos pqnos aceitou, yupii. O único porém foi que teve que esperar quase 2hs no aeroporto em sp e depois voltou de táxi sozinho.

E FIMMM DE MAIS UMA VIAGEM INCRÍVEL E INESQUECÍVEL!!

OBRIGADA HASHEM POR MAIS UMA OPORTUNIDADE MARAVILHOSA!

SUCÓT 2015 ÉRETZ – KIBUTZ LAVI

PESQUISA SOBRE POSSIBILIDADE DE MORAR LÁ

1)Hertzlia – não conhece – VEJA SE ELE CONHECE ALGUMA FAMÍLIA DE

PREFERÊNCIA BRASILEIROS QUE MORAM LÁ;

2)Yat Biniamin – Sul de Tel Aviv,perto de Rehovot, onde mora o Alexandre Benedek, população boa; –

DESCARTAMOS, PARECE MTO PACATO!

3)Petach Tikva- tem um bairro novo chamado KFar gamim Guimel com bastante gente de fora de Israel,tem casas boas e boas escolas(Noam e Lamer Chal) são particulares, sendo Lamer Chal mais forte e vão da Kita Alef até o final; – APARENTEMENTE GOSTAMOS PELAS IMAGENS, VER SE TEM

BRASILEIROS CONHECIDOS QUE MORAM LÁ? NÃO ACHAMOS OS SITES DAS ESCOLAS,

CONFIRMAR OS NOMES;

4)Modi’in- mtos brasileiros,tem uma boa escola chamada Leman Achai;

5) Netanya – não conhece, mas de todas essas cidades é a que mais nos atrai pelo fato de que tem praia e a cidade não ser tão pequena;

 

 IMPRESSÕES DA ROTINA DIÁRIA (Out/15)

 

Depois de Sucót no Kibutz Lavi, já havíamos decido alugar um carro e passear por essas cidades e visitar algumas escolas, conhecer alguns bairros e kehilot para sentirmos mais a vida no dia-a-dia como ela é e não só as impressões que temos nas viagens a passeios com tour gastronômico e pontos turísticos.

 

07/10/15- visitamos uma escola de meninos em Netanya chamada Horev. Chegamos 1/2 hora antes de terminar a aula, conversamos com o diretor R.Yossef Krienaski(050)41-19402. Vai de Kita א até ח )até 13 anos no colegial tem alunos q vão pra yeshiva e tem outros que vão pra mais fechadas e depois parte vai para yeshiva university. São 250 alunos,só meninos,ao lado tem a Beit Yacov das meninas. Tem mtos franceses. A aparência da escola é médio,parece pouco cuidada,banheiros sujos,nível religioso mais do que o nosso. O Rony fez tefila com os alunos. Saída da escola às 15:00hs. É uma escola pública, foi um rabino que nos indicou mas não curtimos muito. Gostaríamos de ter conhecido alguma estilo Iavne em Netanya, precisamos perguntar para alguém.

Noam

Lamer chal

Kafalanski,61 petah tikva

035395555

4.700.000 shkalim

280m2 construído /250m2 terreno

0524412703 avi

Não paramos hj de visitar cidades pra conhecer potenciais e tal. Muito legal, gostamos mto de petah tikva em Kvar gamal Guimel casas e prédios lindos,novos! Agora viemos num ishuv Kadima q uma moça da loja do sorvete nos falou(nos convencendo a vir fazer aliá) casas legais mas zero religioso (uma moça que paramos na rua pegou o celular do Rony para passar umas dicas, ficou de descobrir algum Ishuv mais religioso). Os meninos com a gente já cansados de tanto rodar,Benny me pergunta pq viajamos? Respondi q é gostoso,passeamos,conhecemos lugares novos e custa caro(pra ele valorizar) e então ele conclui: então as aeromoças do avião são mto ricas pq elas viajam muito:)

Jantamos no Mc Donalds e eu comi aquele sundae de caramelo delicioso q sonho com ele maravilhoso valeu cada caloria!

Dia 07/10- escolas Lamer chal e darchei Noam (indicadas pelo Ivo)

Brulia,2 ou bruria

Viemos numa escola em Petah tikva chamada דרכי נעם mto legal,gostamos mto,estilo parecido com Iavne e estrutura boa prédio gde,kitot parecidas,bem cuidadas,quadras. Tem aproximadamente 800 alunos de Gan até Kita Vav,tem meninos e meninas na mesma escola, mas lados separados(tirei 2fotos). A Guila é uma mora parece q coordenadora nos atendeu mto bem,explicou tudo. Segundo ela a escola é forte de limud chol e kodesh, inglês só a partir da Kita Guimel. Depois de lá meninas e meninos podem ir,respectivamente,para michlala e yeshiva do mesmo grupo com diretores diferentes. Ela disse inclusive q tem várias famílias brasileiras q os filhos estudam lá,Diamand,Tabach,Fuchs… É particular, custa aproximadamente 500 shkalim por mês! Endereço אמסטרדם 13 o telefone é 03-9238085 e-mail da escola naomyesodi@gmail.com

Pareceu estilo do Iavne, talvez um pouco mais religioso. Meninas e meninos ficam em lados separados.

Ishuv Nechalim- 12 minutos dessa escola, parece um condomínio estilo Atibaia com casas gostosas parece q está no campo(foto) mas parece q está começando a valorizar aqui e custa até mais caro que petah tikva

Um morador falou pra procurarmos num site yadshtaim.com

Depois de pararmos em Ra’anana pq os meninos estavam cheios o Rony se empolgou na pesquisa e resolveu continuar a volta sozinho.

Ele foi em mais 2 Ishuvim,15 mins de Ra’anana perto de netanya(do outro da estrada), parecido com o que fomos de manhã tinham casas boas outras mais antigas

O outro chamado.       1/2hr de Ra’anana nenhuma cidade conhecida próxima. Esse descartaria pq é longe mas mais caído.

Dia 09/10-sexta fomos cedo para Yerushalaim. Primeiro passamos em um terreno em um bairro que está sendo criado perto de lá. É depois de um bairro q tb é recente mas mais consolidado e q obviamente dá pra visualizar mais! Pareceu gostoso mas me vejo mais morando naquele ishuv próximo de petah tikva apesar de q amo Yerushalaim. Depois visitamos o Dany, as ccs chegaram sozinhas da escola(isso é completamente fora da nossa realidade,a de 11 busca a de 3 e voltam sozinhas todas). Visitamos o apto novo que ainda está bem detonado,passará por reforma e depois almoçamos na pizzaria pq shwarma estava fechado. Passei numa loja de tsitsit,comprei pra eles 4 cd um por 29 shkalim. Chegando em Ra’anana combinei de passar no Rafa Kuper pro eiby ver ele. Fiquei quase 1hr lá,foi gostoso ficamos batendo papo. Eles compraram uma casa bem gde,bonita mas zero nosso estilo(tudo neoclássico) não trouxeram nada do Brasil de móveis. Eles ainda me pareceram bem perdidos,ela não fala mto hebraico,as ccs ainda se adaptando disse q não imaginava q fosse tão difícil esse começo!! E depois shabes B”H.

Dia 10/10 -Shabat em Ra’anana combinamos depois do almoço do David Susskind vir se encontrar pra irmos no parque. A Marcia Kupershmidt q é prima dele veio junto e o eiby aproveitou e curtiu mais o Rafa. O parque é bem gostoso,agradável e cheio de crianças. Algumas amigas da nathalie com as ccs vieram e o eiby já se virando no ivrit viu um menino jogando água do bebedouro gritou:”dai ieled” e depois um garoto brigando com ele e o rafa ele grita:”Lerro Lerro Lerro (sotaque hebraico) ani brasileirro (mesmo sotaque) não é demais como as ccs absorvem idiomas!? Quem dera fico hiper tímida e as pcas palavras que sei me somem!!

Motse Shabat fomos na Ingrid visita-los como sempre as crianças amaram,brincaram,sarah tocou teclado outro mundo,mas uma delícia rever. Ano q vem já é bar-mitzva do Yoshua  espero q estejamos aqui Be”H.

 

Brulia,2 ou bruria

Viemos numa escola em Petah tikva chamada דרכי נעם mto legal,gostamos mto,estilo parecido com Iavne e estrutura boa prédio gde,kitot parecidas,bem cuidadas,quadras. Tem aproximadamente 800 alunos de Gan até Kita Vav,tem meninos e meninas na mesma escola,mas lados separados(tirei 2fotos). A Guila é uma mora parece q coordenadora nos atendeu,explicou tudo,segundo ela a escola é forte de limud chol e kodesh,inglês só a partir da Kita Guimel. Depois de lá meninas e meninos podem ir,respectivamente,para michlala e yeshiva do mesmo grupo com diretores diferentes. Ela disse inclusive q tem várias famílias brasileiras q os filhos estudam lá,Diamand,Tabach,Fuchs… É particular,custa aproximadamente 500 shkalim por mês! Endereço אמסטרדם 13 o telefone é 03-9238085 e-mail da escola naomyesodi@gmail.com

Ishuv Nechalim- 12 minutos dessa escola,parece um condomínio estilo Atibaia com casas gostosas parece q está no campo(foto) mas parece q está começando a valorizar aqui e custa até mais caro que petah tikva

Depois de pararmos em Ra’anana pq os meninos estavam cheios o Rony se empolgou na pesquisa e resolveu continuar a volta sozinho.

Ele foi em mais 2 Ishuvim,15 mins de Ra’anana perto de netanya(do outro da estrada), parecido com o que fomos de manhã tinham casas boas outras mais antigas

O outro chamado.       1/2hr de Ra’anana nenhuma cidade conhecida próxima. Esse descartaria pq é longe mas mais caído.

Dia 09/10-sexta fomos cedo para Yerushalaim. Primeiro passamos em um terreno em um bairro que está sendo criado perto de lá. É depois de um bairro q tb é recente mas mais consolidado e q obviamente dá pra visualizar mais! Pareceu gostoso mas me vejo mais morando naquele ishuv próximo de petah tikva apesar de q amo Yerushalaim. Depois visitamos o Dany, as ccs chegaram sozinhas da escola(isso é completamente fora da nossa realidade,a de 11 busca a de 3 e voltam sozinhas todas). Visitamos o apto novo que ainda está bem detonado,passará por reforma e depois almoçamos na pizzaria pq shwarma estava fechado. Passei numa loja de tsitsit,comprei pra eles 4 cd um por 29 shkalim. Chegando em Ra’anana combinei de passar no Rafa Kuper pro eiby ver ele. Fiquei quase 1hr lá,foi gostoso ficamos batendo papo. Eles compraram uma casa bem gde,bonita mas zero nosso estilo(tudo neoclássico) não trouxeram nada do Brasil de móveis. Eles ainda me pareceram bem perdidos,ela não fala mto hebraico,as ccs ainda se adaptando disse q não imaginava q fosse tão difícil esse começo!! E depois shabes B”H.

Dia 10/10 -Shabat em Ra’anana combinamos depois do almoço do David Susskind vir se encontrar pra irmos no parque. A Marcia Kupershmidt q é prima dele veio junto e o eiby aproveitou e curtiu mais o Rafa. O parque é bem gostoso,agradável e cheio de crianças. Algumas amigas da nathalie com as ccs vieram e o eiby já se virando no ivrit viu um menino jogando água do bebedouro gritou:”dai ieled” e depois um garoto brigando com ele e o rafa ele grita:”Lerro Lerro Lerro (sotaque hebraico) ani brasileirro (mesmo sotaque) não é demais como as ccs absorvem idiomas!? Quem dera fico hiper tímida e as pcas palavras que sei me somem!!

Motse Shabat fomos na Ingrid visita-los como sempre as crianças amaram,brincaram,sarah tocou teclado outro mundo,mas uma delícia rever. Ano q vem já é bar-mitzva do Yoshua  espero q estejamos aqui Be”H.

Dia 11/10- acordamos cedo,levamos as ccs na escola,primeiro o Yossi pertinho,depois a Tamy e o Arie falamos q queríamos entrar pra comparar com Iavne. A escola deles chama Noam. Tem para meninos e meninas até 12 anos mas lado separado recreio junto, achamos bem parecida com Iavne as classes arrumadinhas,quadra grande,tem uniforme,crianças felizes!

Voltamos pra casa,terminei de arrumar as malas,tomei banho,rezei,fui com a nathalie (sarah e benny vieram junto) na loja dos temperos comprar pecan caramelada,cranberry,lasca amêndoa,pinhole e tal colocamos as malas no carro e de saidera fomos almoçar fora. O Rony e a sarah estavam loucos por um shwarma,mas não encontramos e fomos num Gril bem bonito e delicioso,comi um hambúrguer de lamb incrível…fechamos com chave de ouro. Ainda passamos no super comprar água,farmacia after shave…aqui o dia rende! Rony me deixou no terminal com as kids e malas e foi devolver o carro. Demorou praticamente 1hr q tudo aconteceu inclusive sarah apertada pra coco e eu com os 2 carrinhos lotados de malas,Benny e eiby correndo pelo aeroporto e fazendo uma zona de comida e bebida espalhada daquelas que fingimos não conhecer tive que largar tudo com um segurança e levar ela com todos!

Sucot em Israel -2014/5775 (Kibutz Lavi)

Toda viagem traz consequências antes e depois, corremos pra organizar tudo antes e na volta coisas acumuladas. Dessa vez além do básico de trabalho organizar todos os pgtos pra autorizar,estou super envolvida com o Shabat Mundial que vê,m logo depois da viagem. Enfim como sempre vai dar tudo certo Be”H um pouco de adrenalina faz bem!!

Já começou a diversão antes de sair de casa,o motorista que ia nos levar ao aeroporto já estava nos esperando embaixo e eu ainda preparava os temakis pra janta,qndo o Benny me fala:”Mamy,sabe onde eu aguardei o chiclete que eu tava comendo? E eu afobada pra logo descer:não sei Benninnho vamos logo.”Na testa”Olho pra ele e tinha um chiclete na testa com a franja tb grudada. Resultado: tive que cortar a franja pra tirar o chiclete.

Bom,estamos no avião faremos escala em Frankfrut e alugamos um carro pra ir de Tel Aviv até o hotel que fica em um Kibutz ao lado de Tveria. Vamos nós encontrar com toda family,a Dina,o Mauro, Nathalie com as kids e Dany com as kids, delicia todos primos juntos!!

Pois bem chegamos bem e bem cansados uma mala de mão não chegou justo com minha peruca e tefilin do ROny to maluca! Até que alugamos carro compramos plano de celular já chegamos no hotel as 5 da manhã loucura com todos podres de sono! O carro era minúsculo nós sentimos Mr.Bean enfiando 5 malas e 3 crianças num Fiat 1000 manual,nem olhar no retrovisor não dava pq 2 malas tampavam!!

O hotel é bem gostoso fica dentro do Kibutz Lavi,então as crianças podem ficar soltas e tem vacas,cavalos,bezerrrros já é um programa. A comida é loucura, tem um chefe marrreoquino e quantidade absurda uma seudat melhor que a outra. Seudat shlishi Halavi com MUITAS opções e mta criança todos os primos brincando direto. Tem o R.Efraim que conta histórias preás crianças depois que comem enquanto os adultos terminam de comer isso é ótimo! Em resumo,durante o Chag passamos o tempo todo comendo e conversando relax total. A sucá é bem grande e gostosa!

Amanhã começa Hol Hamoed!)

Ferias de Julho em Águas de Lindoia – Jul/12

Alugamos uma casa com a mamãe,a Eve a Chana e o meu trio.

Chegamos domingo, viemos de Van alugada da Top Van, uma farra e ao mesmo tempo uma mudança entre banheira,cadeirão, panelas, comidas congeladas, malas de frio e a Tchurma!

Ontem ficamos no Lago tinham brinquedos infláveis para as crianças e o estilingue que a Sarah curte sempre e andaram em volta da praça com aqueles carrinhos cheios de pinduricalhos.

Hoje fomos às compras em Monte Siao e pra variar só olho coisas das crianças,comprei coisas já pro ano que vem, o Benny ta um terrorzinho, não sussega e só quer bater na Chana e nos irmãos, uma loucura, empurra um, sobe no outro, faz cavalinho nas minhas costas no meio da estrada comigo dirigindo. Estamos aproveitando bem, cada dia diferente, o Rony passou fds aqui, andamos a cavalo com o Benny delicia e passeamos de Trenzinho. Na semana, fomos no balneário, fazendinha tiramos leite da vaca, bastante programa pra eles…

A casa era próximo do centro, da praça, uma casa muito gostosa, só esquecemos de levar aquecedor e a casa era um pouco fria, quando o Rony veio acendeu a laireira. Tinha uma varanda gostosa tb com rede que as criancas se balancavam bastante. Domingo, fizemos churrasco na varanda, o Mendel tb tava foi delicia. Levei a Lu pra ajudar um pouco com a casa e com as criancas, foi umas ferias e tanto. Esse esquema de alugar casa com atividades pras criancas é muito vantajoso, estamos perto, é econômico, não precisa pegar avião que é cansativo e eles curtem muito,isso é o mais importante afinal sao ferias deles.

Ficamos por 2 semanas.

O Eiby ficou com 40graus de feb, tive que levar no posto publico, tirou radiografia,mas acho que foi só uma virose, ele ta na fase de adquirir imunidade, ainda fica muito doente. É gostoso viajar com os primos, todos curtiram muito.

ISRAEL – PERCEPÇÕES SOBRE O DIA-A-DIA (SUCOT 2015)

ISRAEL – PESQUISA COM IVO SOBRE MORAR LÁ (SÓ IDÉIAS FUTURAS)

1)Hertzlia – não conhece – VEJA SE ELE CONHECE ALGUMA FAMÍLIA DE

PREFERÊNCIA BRASILEIROS QUE MORAM LÁ;

2)Yat Biniamin – Sul de Tel Aviv,perto de Rehovot, onde mora o Alexandre Benedek, população boa; –

DESCARTAMOS, PARECE MTO PACATO!

3)Petach Tikva- tem um bairro novo chamado KFar gamim Guimel com bastante gente de fora de Israel,tem casas boas e boas escolas(Noam e Lamer Chal) são particulares, sendo Lamer Chal mais forte e vão da Kita Alef até o final; – APARENTEMENTE GOSTAMOS PELAS IMAGENS, VER SE TEM

BRASILEIROS CONHECIDOS QUE MORAM LÁ? NÃO ACHAMOS OS SITES DAS ESCOLAS,

CONFIRMAR OS NOMES;

4)Modi’in- mtos brasileiros,tem uma boa escola chamada Leman Achai;

5) Netanya – não conhece, mas de todas essas cidades é a que mais nos atrai pelo fato de que tem praia e a cidade não ser tão pequena;

 IMPRESSÕES DA ROTINA DIÁRIA (Out/15)

Depois de Sucót no Kibutz Lavi, já havíamos decido alugar um carro e passear por essas cidades e visitar algumas escolas, conhecer alguns bairros e kehilot para sentirmos mais a vida no dia-a-dia como ela é e não só as impressões que temos nas viagens a passeios com tour gastronômico e pontos turísticos.

07/10/15- visitamos uma escola de meninos em Netanya chamada Horev. Chegamos 1/2 hora antes de terminar a aula, conversamos com o diretor R.Yossef Krienaski(050)41-19402. Vai de Kita א até ח )até 13 anos no colegial tem alunos q vão pra yeshiva e tem outros que vão pra mais fechadas e depois parte vai para yeshiva university. São 250 alunos,só meninos,ao lado tem a Beit Yacov das meninas. Tem mtos franceses. A aparência da escola é médio,parece pouco cuidada,banheiros sujos,nível religioso mais do que o nosso. O Rony fez tefila com os alunos. Saída da escola às 15:00hs. É uma escola pública, foi um rabino que nos indicou mas não curtimos muito. Gostaríamos de ter conhecido alguma estilo Iavne em Netanya, precisamos perguntar para alguém.

Noam

Lamer chal

Kafalanski,61 petah tikva

035395555

4.700.000 shkalim

280m2 construído /250m2 terreno

0524412703 avi

Não paramos hj de visitar cidades pra conhecer potenciais e tal. Muito legal, gostamos mto de petah tikva em Kvar gamal Guimel casas e prédios lindos,novos! Agora viemos num ishuv Kadima q uma moça da loja do sorvete nos falou(nos convencendo a vir fazer aliá) casas legais mas zero religioso (uma moça que paramos na rua pegou o celular do Rony para passar umas dicas, ficou de descobrir algum Ishuv mais religioso). Os meninos com a gente já cansados de tanto rodar,Benny me pergunta pq viajamos? Respondi q é gostoso,passeamos,conhecemos lugares novos e custa caro(pra ele valorizar) e então ele conclui: então as aeromoças do avião são mto ricas pq elas viajam muito:)

Jantamos no Mc Donalds e eu comi aquele sundae de caramelo delicioso q sonho com ele maravilhoso valeu cada caloria!

Dia 07/10- escolas Lamer chal e darchei Noam (indicadas pelo Ivo)

Brulia,2 ou bruria

Viemos numa escola em Petah tikva chamada דרכי נעם mto legal,gostamos mto,estilo parecido com Iavne e estrutura boa prédio gde,kitot parecidas,bem cuidadas,quadras. Tem aproximadamente 800 alunos de Gan até Kita Vav,tem meninos e meninas na mesma escola, mas lados separados(tirei 2fotos). A Guila é uma mora parece q coordenadora nos atendeu mto bem,explicou tudo. Segundo ela a escola é forte de limud chol e kodesh, inglês só a partir da Kita Guimel. Depois de lá meninas e meninos podem ir,respectivamente,para michlala e yeshiva do mesmo grupo com diretores diferentes. Ela disse inclusive q tem várias famílias brasileiras q os filhos estudam lá,Diamand,Tabach,Fuchs… É particular, custa aproximadamente 500 shkalim por mês! Endereço אמסטרדם 13 o telefone é 03-9238085 e-mail da escola naomyesodi@gmail.com

Pareceu estilo do Iavne, talvez um pouco mais religioso. Meninas e meninos ficam em lados separados.

foto 1 foto 2

Ishuv Nechalim- 12 minutos dessa escola, parece um condomínio estilo Atibaia com casas gostosas parece q está no campo(foto) mas parece q está começando a valorizar aqui e custa até mais caro que petah tikva

Um morador falou pra procurarmos num site yadshtaim.com

foto 3 foto 4

Depois de pararmos em Ra’anana pq os meninos estavam cheios o Rony se empolgou na pesquisa e resolveu continuar a volta sozinho.

Ele foi em mais 2 Ishuvim,15 mins de Ra’anana perto de netanya(do outro da estrada), parecido com o que fomos de manhã tinham casas boas outras mais antigas

O outro chamado.       1/2hr de Ra’anana nenhuma cidade conhecida próxima. Esse descartaria pq é longe mas mais caído.

Dia 09/10-sexta fomos cedo para Yerushalaim. Primeiro passamos em um terreno em um bairro que está sendo criado perto de lá. É depois de um bairro q tb é recente mas mais consolidado e q obviamente dá pra visualizar mais! Pareceu gostoso mas me vejo mais morando naquele ishuv próximo de petah tikva apesar de q amo Yerushalaim. Depois visitamos o Dany, as ccs chegaram sozinhas da escola(isso é completamente fora da nossa realidade,a de 11 busca a de 3 e voltam sozinhas todas). Visitamos o apto novo que ainda está bem detonado,passará por reforma e depois almoçamos na pizzaria pq shwarma estava fechado. Passei numa loja de tsitsit,comprei pra eles 4 cd um por 29 shkalim. Chegando em Ra’anana combinei de passar no Rafa Kuper pro eiby ver ele. Fiquei quase 1hr lá,foi gostoso ficamos batendo papo. Eles compraram uma casa bem gde,bonita mas zero nosso estilo(tudo neoclássico) não trouxeram nada do Brasil de móveis. Eles ainda me pareceram bem perdidos,ela não fala mto hebraico,as ccs ainda se adaptando disse q não imaginava q fosse tão difícil esse começo!! E depois shabes B”H.

5 6 7 8 9

Dia 10/10 -Shabat em Ra’anana combinamos depois do almoço do David Susskind vir se encontrar pra irmos no parque. A Marcia Kupershmidt q é prima dele veio junto e o eiby aproveitou e curtiu mais o Rafa. O parque é bem gostoso,agradável e cheio de crianças. Algumas amigas da nathalie com as ccs vieram e o eiby já se virando no ivrit viu um menino jogando água do bebedouro gritou:”dai ieled” e depois um garoto brigando com ele e o rafa ele grita:”Lerro Lerro Lerro (sotaque hebraico) ani brasileirro (mesmo sotaque) não é demais como as ccs absorvem idiomas!? Quem dera fico hiper tímida e as pcas palavras que sei me somem!!

Motse Shabat fomos na Ingrid visita-los como sempre as crianças amaram,brincaram,sarah tocou teclado outro mundo,mas uma delícia rever. Ano q vem já é bar-mitzva do Yoshua  espero q estejamos aqui Be”H.

Brulia,2 ou bruria

Viemos numa escola em Petah tikva chamada דרכי נעם mto legal,gostamos mto,estilo parecido com Iavne e estrutura boa prédio gde,kitot parecidas,bem cuidadas,quadras. Tem aproximadamente 800 alunos de Gan até Kita Vav,tem meninos e meninas na mesma escola,mas lados separados(tirei 2fotos). A Guila é uma mora parece q coordenadora nos atendeu,explicou tudo,segundo ela a escola é forte de limud chol e kodesh,inglês só a partir da Kita Guimel. Depois de lá meninas e meninos podem ir,respectivamente,para michlala e yeshiva do mesmo grupo com diretores diferentes. Ela disse inclusive q tem várias famílias brasileiras q os filhos estudam lá,Diamand,Tabach,Fuchs… É particular,custa aproximadamente 500 shkalim por mês! Endereço אמסטרדם 13 o telefone é 03-9238085 e-mail da escola naomyesodi@gmail.com

Ishuv Nechalim- 12 minutos dessa escola,parece um condomínio estilo Atibaia com casas gostosas parece q está no campo(foto) mas parece q está começando a valorizar aqui e custa até mais caro que petah tikva

Depois de pararmos em Ra’anana pq os meninos estavam cheios o Rony se empolgou na pesquisa e resolveu continuar a volta sozinho.

Ele foi em mais 2 Ishuvim,15 mins de Ra’anana perto de netanya(do outro da estrada), parecido com o que fomos de manhã tinham casas boas outras mais antigas

O outro chamado.       1/2hr de Ra’anana nenhuma cidade conhecida próxima. Esse descartaria pq é longe mas mais caído.

Dia 09/10-sexta fomos cedo para Yerushalaim. Primeiro passamos em um terreno em um bairro que está sendo criado perto de lá. É depois de um bairro q tb é recente mas mais consolidado e q obviamente dá pra visualizar mais! Pareceu gostoso mas me vejo mais morando naquele ishuv próximo de petah tikva apesar de q amo Yerushalaim. Depois visitamos o Dany, as ccs chegaram sozinhas da escola(isso é completamente fora da nossa realidade,a de 11 busca a de 3 e voltam sozinhas todas). Visitamos o apto novo que ainda está bem detonado,passará por reforma e depois almoçamos na pizzaria pq shwarma estava fechado. Passei numa loja de tsitsit,comprei pra eles 4 cd um por 29 shkalim. Chegando em Ra’anana combinei de passar no Rafa Kuper pro eiby ver ele. Fiquei quase 1hr lá,foi gostoso ficamos batendo papo. Eles compraram uma casa bem gde,bonita mas zero nosso estilo(tudo neoclássico) não trouxeram nada do Brasil de móveis. Eles ainda me pareceram bem perdidos,ela não fala mto hebraico,as ccs ainda se adaptando disse q não imaginava q fosse tão difícil esse começo!! E depois shabes B”H.

Dia 10/10 -Shabat em Ra’anana combinamos depois do almoço do David Susskind vir se encontrar pra irmos no parque. A Marcia Kupershmidt q é prima dele veio junto e o eiby aproveitou e curtiu mais o Rafa. O parque é bem gostoso,agradável e cheio de crianças. Algumas amigas da nathalie com as ccs vieram e o eiby já se virando no ivrit viu um menino jogando água do bebedouro gritou:”dai ieled” e depois um garoto brigando com ele e o rafa ele grita:”Lerro Lerro Lerro (sotaque hebraico) ani brasileirro (mesmo sotaque) não é demais como as ccs absorvem idiomas!? Quem dera fico hiper tímida e as pcas palavras que sei me somem!!

Motse Shabat fomos na Ingrid visita-los como sempre as crianças amaram,brincaram,sarah tocou teclado outro mundo,mas uma delícia rever. Ano q vem já é bar-mitzva do Yoshua  espero q estejamos aqui Be”H.

Dia 11/10- acordamos cedo,levamos as ccs na escola,primeiro o Yossi pertinho,depois a Tamy e o Arie falamos q queríamos entrar pra comparar com Iavne. A escola deles chama Noam. Tem para meninos e meninas até 12 anos mas lado separado recreio junto, achamos bem parecida com Iavne as classes arrumadinhas,quadra grande,tem uniforme,crianças felizes!

Voltamos pra casa,terminei de arrumar as malas,tomei banho,rezei,fui com a nathalie (sarah e benny vieram junto) na loja dos temperos comprar pecan caramelada,cranberry,lasca amêndoa,pinhole e tal colocamos as malas no carro e de saidera fomos almoçar fora. O Rony e a sarah estavam loucos por um shwarma,mas não encontramos e fomos num Gril bem bonito e delicioso,comi um hambúrguer de lamb incrível…fechamos com chave de ouro. Ainda passamos no super comprar água,farmacia after shave…aqui o dia rende! Rony me deixou no terminal com as kids e malas e foi devolver o carro. Demorou praticamente 1hr q tudo aconteceu inclusive sarah apertada pra coco e eu com os 2 carrinhos lotados de malas,Benny e eiby correndo pelo aeroporto e fazendo uma zona de comida e bebida espalhada daquelas que fingimos não conhecer tive que largar tudo com um segurança e levar ela com todos!

ÉRETZ 2013/2014 – Sempre especial…

Dia 23/12 – Saímos de SP. Fomos com taxista de Dublô (Gismar – ), pq estávamos com 8 malas, 1 delas da Marlene amiga da Grace que pediu. Nosso voo era 21:40hs. então saímos às 17:00hs de casa com medo do transito e da lotação de final de ano no aeroporto. B”H deu tudo certo e chegamos tranquilos. O voo fez em escala em Madri(fomos pela Ibéria)e acabei dando Dramin pra eles dormirem mais fácil e o Benny não vomitar como sempre,mas achei que não fez efeito, demorou um bom tempo pra todos se acomodarem. Convenhamos dormir no avião não é tarefa fácil pra ninguém, não consigo dormir sentada então a solução como de costume foi deixar as cadeiras pras eles deitarem e dormi beeeem de mal jeito de lado no chão sentindo os ferros dos pés das cadeiras da frente nas costas, que horror. Mas o importante é eles dormirem!! No segundo voo vieram acordados,mas brincando com toda parafernalha que levo da Kalunga pra desenharem.
Dia 24/12 – Nossas malas ficaram na conexão  Na hora o aviso espanta,mas como tudo temos que pensar que que Akol Minashamaim. Se estivéssemos com 8 malas teríamos que pegar ao invés de 1, 2 táxis. Nunca fiz uma mala de mão tão grande, óbvio que o Rony de reclamar passou a me agradecer. Pensei em estar preparada pro frio levei casacos de todos grossos e acessórios (luvas, gorros, cachecóis …) foi a sorte nos vestiu por 2 dias!

Dia 25/12 – Acordamos tarde e quase perdemos o café da manhã do hotel, me arrumei correndo e fui buscar uma bandeja de comidas. Uma delicia o café do hotel, bem típico israelense,mas bem caprichado com buffet completo de saladas, ovos, peixes, vários tipos de iogurtes além do básico. Estamos no Hotel Rimonim (antigo Shalom) no bairro Bait Vagan de Jerusalém. Optamos aqui pra ficar perto da família, é bem pertinho do Dany assim os primos se veem bastante. E eu particularmente gosto muito de Jerusalém, se estou em Israel é para ficar no lugar mais kadosh!
Fizemos uma boa compra na makolet pra lanches à noite com sopa de macarrão, queijos, leites, sucos, pães, granola, frutas e fomos almoçar no Dany. As crianças se viram, mataram a saudade e depois fomos pro shopping Mamila. Lá perto alugamos o carro numa empresa chamada Eldin (custou 180 shkalim por dia), compramos chip pra celular e aproveitei e comprei meias-calça e luvas que esqueci (espero que a El Al me reembolse, paguei bem carinho).
Dia 26/12 – Cotel!! De carro, celular e Waze já estamos prontos pra passear à vontade e confortavelmente. Não pôde mais estacionar dentro do Cotel então estacionamos no Mamilla e foi uma bela caminhada por toda a cidade velha. Cansativo,mas acho que deu pra vivermos mais, acho que levamos 1 hora e meia na ida e mais 1 hora mais rápido na volta,mas pelas fotos pra mim já valeram, como amo esse lugar. Estava bem cheio de turistas e encontramos vários brasileiros. O tempo abriu e o sol aqueceu foi realmente uma delícia. Fazer tefilá no Cotel sempre revitaliza, sentindo o gelado das pedras, é incrível, sensação indescritível pra quem nunca esteve aqui, excepcional!
Almoçamos Shwarma e Falafel na cidade velha, bem gostoso no Pappa’s e na volta como está escurecendo cedo ficava tarde para ir passear mais, na rua essa hora já esfria e é inviável, museus fecham cedo. Então resolvemos dar um pulo na casa da Sandrinha e do Roberto, as crianças já se viram, foi gostoso. E agora terminei de fazer de novo as malas que amanhã cedo vamos pra R’Anana passar Shabat na Nathalie com toda family, oba!!!!!
Dia 27/12 – sexta-feira – B”H resolvi deixar todas as malas prontas ontem pra sairmos cedo do hotel. Acordamos às 7:30hs. tomamos café delicioso do hotel e fomos ao Mini Israel que ficava já no caminho de R’Annana. Nunca tinha ido são maquetes dos principais pontos turísticos daqui, super bem feito, ao ar livre, nas fotos até parece que estamos no lugar a real e as crianças curtiram bem. O tempo colaborou, estava um sol delicioso que rolou até sorvete!! Custou 69 shkalim cada um, o Eiby não pagava. O Rony me perguntou se queria almoçar num bom restaurante em Tel Aviv, o tempo era suficiente só pra isso ou um passeio, resolvi então fazer sanduíches de queijo no carro e esse foi nosso almoço. Fomos passear em Yafo, outro lugar que não lembro de ter ido. Passeamos pelo porto de Tel Aviv com um tempo hiper agradável e aquele cheiro de maresia e depois subimos as ruelas até chegar na praça e voltamos. Obviamente rolaram muitas fotos lindas!! E fomos pra Nathalie
Dia 28/12 – Shabes – All family em R’Annana na Nathalie. A casa deles ficou um espetáculo e os quartos de visitas são no andar de baixo, tudo lindo e moderno. O Dany e a Noemy Tb vieram com as crianças, a Grace e o Jack Tb dormiram aqui e a Dina e o Mauro alugaram uma casinha do lado. Dia delicioso, fomos no shil Tb mto gostoso. `A noite, rersolvemos tirar o Dany e a Noemy de casa e levamos eles no CaféCafé pra jantar em frente ao porto de Hertzlia. Foi uma delícia, um Milk shake maravilhoso, saladas e massa de cogumelos.
Dia 29/12 – Domingo – Passeio all the family. Fomos no Safari e Zoológico, alugamos 2 carros de golf, programa bem pras crianças. Divertido passear com os pais do Rony assim todos juntos, parecem todos amigos! Depois almoçamos no Lechem Bassar no Namal(porto) de Tel Aviv. Um espetáculo, o Rony queria de carne, acabei comendo salmão pq tava louca por um frozen,mas disseram q o melhor bife da vida, aparência ótima! Saímos de lá e fomos no Shopping Ramat Aviv e tomei meu tão sonhado frozen que não existe kasher no Brasil  Fiquei realizada, peguei todos acompanhamentos possíveis, me deliciei igual criança (M&M, jujuba, chocolate branco, calda de frutas vermelhas) hummm incrível vontade de levar litros pro Brasil.
Dia 30/12 – segunda-feira – dia não mto produtivo,mas gostoso. De manha passeamos pela cidade à pé, tomamos suco de Rimon mto gostoso com bureca de batata(amo) e buscamos a Tammy na escola. A Sarah tava louca pra conhecer, é bem simples, só uma kitá, pequena. O Rony foi a manhã toda em Bnei Brak com Rav Chaim Kanievsky e yeshivót pegar brachá. Almocamos na Nathalie e fomos ao Children Museum. Foi 1 hr e meia de transito e muita chuva, descemos do carro, os meninos(só fomos com eles) se ensoparam, não existe e voltamos mais 2 hs pra casa. Hj foi só amanhã Be”H quero me planejar mais.
Dia 31/12 – terça-feira – o Rony hoje viajou cedo pra pegarem brachá do R. Abuchatsira então ficamos com a Dina e o Mauro. Tentamos ir num parque de brinquedos eletrônicos,mas não só não estava aberto como choveu e melou o programa. Acabamos indo no shopping em Tel AViv no Gimboree (brinquedos pras crianças) que gostaram tanto que almocamos na praca de alimentação Mc Donald’s(o Rony chegou nessa hora) e depois quiseram voltar brincar mais (o ingresso é pro dia todo).Tomei meu super frozen que eu tomei outro dia e adorei, com a Sarah, pareço criança me realizo. A Nathalie encontrou a Ruth amiga da Sarah na aula de tennis do Ariê e trouxe ela pra brincar em casa com a Sarah e ela acabou dormindo em casa(primeira vez q dormiu fora), adormeci com elas na cama.
Dia 01/01 – quarta-feira – Como hoje à noite era casamento da Ester Nechama, o programa foi mais light. Fomos num parque em R’Anana o maior bem gostoso, demos chalót pros patinhos, levamos bike e patinete e a Ruth veio com a gente. Tomamos sorvete,tava um sol bem gostoso. As mulheres(Gre,Dina e Nathalie) foram no cabelereiro e eu como sempre não quis. Almocamos falafel num centrinho gostoso e fomos arrumar todos. O casamento foi em Bnei Brak, num salão bem bonito, tinha muita gente. Tudo bem caprichado, animado com brindes pra pista do Brasil e a comida deliciosa. Óbvio que não faltaram fotos de todos, as crianças todas desfilaram, valeu super ter vindo!! Sabe-se lá de quem mais conseguiremos estar todos pros próximos casamentos do Roberto x Sandrinha…
Dia 02/01 – quinta-feira – Fomos no Museu da força aérea perto de Ber Sheva há 1h e meia de R’Anana. Pra falar a verdade não que valeu super a viagem,mas foi um programa principlamente pro Benny ver os aviões de guerra, tanques,mas um pouco fraco esperava mais. Paramos num shopping em Ber Sheva e comemos um shwarma bem gostoso e seguimos viagem já chegamos tarde.
Dia 03/01 – sexta-feira – Melhor programa da viagem! Além de companhia fora de série (só nós e as crianças) hoje fizemos o passeio que mais queria: Éretz Bereshit. Acordamos bem cedo pq shabat é mto cedo agora (16:15 +-), já tinha deixado as malas prontas ontem e fomos. É depois de Yerushalaim, 25 minutos de lá então já fomos no caminho. Custou 340 shkalim nós 5(o Eiby ainda não paga a maioria dos programas).
O programa começou com um cara se apresentando como Eliezer vestido de túnica contando a história de Avraham Avinu. Subimos no camelo, o Rony levou os meninos e a Sarah não quis vir comigo, foi andando). Chegamos no meio do deserto e sentamos numa tenda beduína. Ele nos apresentou Avraham Avinu que fala da Achnassat orchim que fazem ele e Sarah, trazendo uma bandeja com chás, café e frutas secas. Ele conta uma historinha e depois fomos preparar pita no forno. Eles distribuíram massas cruas e fizemos pita e colocamos no fogo pra assar e depois comiam(eu não comi, sabe-se La a kashrut). Depois voltamos com os camelos, dessa vez os meninos vieram comigo, olhando a paisagem do deserto e ovelinhoberto que ofereceram pra todo mishpuche, tinha mta gente e tava uma delícia, e maior farra de crianças.
Dia 04/01 – Shabes – heva brachót no mesmo lugar bem gostoso. Hoje tava bem frio apesar do sol, chegando no salão depois de tanta caminhada e escadaria, lembrei que tirei minha aliança de brilhante pra lavar a mão. Quando comentei com a Dina ela falou, corre e volta agora buscar se não te roubam, aquele jeito dela de querer resolver tudo na hr,mas acho q ela tinha razão se fosse eu já deixaria por preguiça. A Nathalie voltou tudo comigo pela companhia e B”H deu tudo certo ainda não tinham arrumado o quarto.
À noite, fizemos um programinha bem gostoso. Fomos de carro até a estação de trem, pegamos um trem até e Bem Yehuda e jantamos lá. Eu comecei com meu super frozen, dessa vez peguei tamanho família mas os meninos nem quiseram (a Sarah fez programa com a Gre,o Jack, Esty e Tova). Delícia pura! Depois fomos numa Dely de sanduíches gigantes, pedimos um de carne e batata-frita pras crianças, uma delícia vários molhos, saladas junto…
Passeamos um pouquinho, lá sempre é cheio tem showzinhos, e voltamos, delícia total eles amaram!!
Dia 05/01 – Domingo – Sheva Brachót em Hevron – Fomos cedo pra Gueula, o Rony queria tsitsiot e kipót. Compramos luvas, meia-calça e um lanche pra comermos antes de irmos e os tsitsiót pra ele e pro Benny. Como adoro lá, posso passar um dia todo, quero voltar…
O ônibus que nos levaria pra Hevron saía às 13:00hs da casa do Roberto então fomos pra lá. Foi bem gostoso, lotado, toda family, amigos próximos e tooodas crianças, balagan total. Fizemos um tour pela cidade, medo geral da área dos árabes. Entramos na primeira sinagoga de lá não lembro direito da história,mas é bem emocionante. Tem uma Torá de 700 anos que resistiu épocas em que os árabes fecharam a sinagoga e parece que uma vez que faltava 1 homem para completar Minian milagrosamente apareceu alguém e depois ficaram sabendo que era Avraham Avinu.
Fomos p/Maarat Hamachpela, rezamos com as crianças e o sheva brachót foi bem bonito, animado, com uma banda. A Sra. Léa, avó paterna da Tamara Paves que era muito amiga da vovó Nely e é sobrevivente do Holocausto, apareceu lá porque ficou sabendo e fez um discurso bem emocionante e distribiu o livro que ela escreveu sobre o Holocausto.
Dia 06/01 – segunda-feira – Dia cheio, o Rony,o Benny e o Jack saíram de madrugada então já dormiram no outro quarto e a Dina comigo. Fomos de manha pro Cotel, a Noemi veio junto. Estacionamos no Mamila e pegamos um táxi. Descobri que da outra vez eu e o Rony vacilamos, colocamos num estacionamento do lado pago e bem caro e do Mamila só cobra depois da primeira hora e bem barato. Vivendo e aprendendo… Rezei bastante pra tudo em geral, agradecimentos, pedidos de refua shlemá, parnassá (nossos negócios pra darem certo)… até pela minha mochila que tinha perdido ontem com minha câmera e todas as fotos da viagem e tava arrasada pedi e B”H e pedi como sempre pra R. Meir Baal Haness encontraram no hotel com tudo.
A Sarah voltou de ônibus com a Noemi p/ curtir as meninas e fomos na Machané Yehuda comprar temperos, frutas e afins, amo aquele lugar cheiro de coisas frescas mto gostoso. Almocamos falafel por lá e fomos pro hotel, resolver da mala que B”H tava lá e fomos na Noemi buscar todos pra fazer um passeio. Fomos no shopping Malcha, passeamos bem e comemos por lá.
Dia 07/01 – terça-feira – De manhã fomos pra Gueula, eu as crianças, a Dina e a Esty, passeamos bem, comprei saia pra Sarah, meia calças, brinquedos pra levar de presente pros sobrinhos e almoçamos por lá num lugar minúsculo que tava mias pra pensão do que restaurante,mas a comida muito gostosa.
À tarde o programa foi supermercado, fomos num atacado chamado alguma coisa Levi na Rehov Canfei Nesharim. Fiz a festa, gastei quase 1.000 shkalim em balas, chicletes, sopinhas de copo que todos em casa amamos e umas cositas pra esses dias no hotel. Delícia pura, amo muito tudo isso 
Já fechei de novo as malas pra Dina levar algumas pra mim, ufa hajaa
Dia 08/01 – quarta-feira – Dia delícia! A Dina foi embora de manhã, então tomamos café juntas c/ as crianças com calma. Fui com os 2 no Museu da Ciência aqui em Yerushalaim. Primeira vez que me viro sozinha aqui, mas com Waze vou até a China, deu tudo certo B”H. Eles amaram, a Sarah que já entende curtiu super, melhor que o Catavento do Brasil super bem feito, programão. Custou 45 shkalim pra cada uma e o Eiby não pagava.
Almoçamos na Noemi e Dany e à tarde levei as meninas no shopping trocar os sapatos. Aprontaram comigo horrores de se esconder e subir e descer escadas rolantes, foi divertido.
À noite o Patrick convidou pra jantarmos lá, Tb me virei com o Waze, não tinha ideia de onde ficava e cheguei super bem. Foi gostoso, o filho dele é uma graça não conhecia. Gosto muito de ir em casas mais simples assim pras crianças crescerem sabendo que existe de tudo, não só mal acostumadas com mansões, valeu foi ótimo!!!
Dia 09/01/13 – quinta-feira – hoje tudo que planejei não deu muito certo e acabou numa aventura gostosa A Sarah encucou que queria passear com o ônibus de 2 andares que faz city tour por Yerushalaim. Como saía às 12:20 do museu Yad Vashem resolvi ficar com eles brincando numa guiná perto do hotel. Aqui qualquer parquinho de bairro é uma delícia pra eles, chão emborrachado, escorregadores, muitos têm cobertura. Cheguei meia hr mais cedo pra não ter erro, ficamos no ponto de ônibus esperando no frio e nada. Esperei 10 mins do horário e nada, fomos pro carro. E a lei de Murphy prevaleceu, e então o ônibus passou. Corri pra tirar eles do carro: vamo vamo correndo pra tentar pegar! Mas ele passou.
Já estava com mais vontade de ir no Kivstuba então convenci que seria mais legal e lá se foram mais meia hora até lá. Nunca foi mas parece bem divertido é um parque pra crianças que adoram. Pois bem, fechado durante a semana. Pena!! Fiquei chateada mas sempre penso que Gam zu letová e kol minashamaim, lembrei de um parquinho de rua que tinha um monstro com escorregador gigante saindo a lingua e lá fomos então. Eu fiquei com frio,mas eles não queriam ir embora. Fizemos um pique nique de sanduíches. Pra variar me deu vontade de frozen, fui de carro até a estação de trem, estacionei e fui com eles até a Ben Yehuda pra tomar aquele mega frozen da Noia que amei! Passeamos um pouco, eu queria encontrar saia,mas com eles tava difícil de entrar em muitas lojas e a Sarah não estava preparada pro frio. Cada loja que entrava e milagrosamente conseguia provar voando, a Sarah me criticava: “Horrivel, essa tá péssima, um horror”  Me forcei mas não consegui, por fim descobri uma loja que tem todos os comprimentos e gostos numa transversal da Ben Yehuda comprei uma estilo jeans preta da Zara.
Dia 10/01/13 – sexta-feira – último dia dessa viagem daquele café da manhã maravilhoso que me acabo com saladas às 9:00hs. Fiz tudo com calma, check out, paguei a conta, enfiei nem sei como todas as malas, sacolas, casacos no carro e pé na estrada com os 2. Que delicia essa estrada, tranquila não me deu nenhum medo B”H cheguei muito bem em R´Anana. Já não lembro mais o que fizemos,mas como shabat estava cedo, provavelmente, nos aprontamos com calma. O Dany e a Noemi tb vieram com as crianças, mais um Shabes delicia com a família!!
Dia 11/01/13 – Shabes – Fomos no shil, almoçamos na Nathalie e ficamos em família. Depois do almoço vieram algumas visitas a mora Mônica, a irmã da Efrat com as filhas…
Dia 12/01/13 – Domingo – A Dina foi embora cedo, fiquei bastante na rotina da Nathalie, fomos na papelaria, buscamos as crianças na escola, compramos balões e enchemos pq foi niver da Limor e da rozeret da Nathalie, cantamos parabéns. Vi piolho na cabeça do Eiby e a Nathalie ficou 1 hr passando o pente fino de lá que é mto bom, ufa que nojo e que praga esses bichos!!
Dia 13/01/13 – Segunda-feira – O Rony e o Benny chegaram de madrugada B”H bem, inteiros!! Fomos almoçar no Papagaio, uma churrascaria no shopping em Tel Aviv, maravilhosa, tinha rodizio pratos bem servidos, pita maravilhosa, almoço incrível. À tarde fomos pra Hertzlia num parque sensacional, quem dera ter um aqui assim, publico, enorme, super bem cuidado, com tirolesa, uma pista de skate que o Benny babou. Tudo genial, não fosse o final um pouco trágico. Entrei com os meninos na pista de skate para assistirem e a Sarah não quis, ficou do lado de fora andando de patinete e eu de olho nela. Quando saí, estava de mao dada com Eiby e ela vindo de olho fechado. Pensei que já estivesse fazendo isso algumas vezes, mas não. Ela bateu com tudo no portao e abriu a testa. Como ela é tipo a Eve apavorada e vi que tinha muito sangue não falei nada. Só catei o babywhipes que estava segurando e falei pra ela mesma pressionar pra comprimir, sabia que não deixaria eu segurar. Nisso o Rony chegou, pq estava descansando no carro da viagem e falei pra corrermos pra um hospital afinal com rosto e menina não se brinca, pode ficar cicatriz. Ela apavorada só berrava que não ia pra nenhum hospital e eu tentava não deixar ela se olhar no espelho pq estava um pouco profundo, suficiente pra deixa-la beeem assustada. Liguei pra Nathalie pedir inidcacao de hospital pra Carol e ela recomendou que fossemos pra Petach Tikva no Schnaider, especializado em criança. Ela saiu a forca do carro, com o Rony pra não fazer manha comigo e eu fiquei no carro com os meninos que adormeceram. Voltou saltitante que a medica era uma fofa, com trança no cabelo e só colocaram uma cola especial e cobraram uma fortuna hahaha dale reembolso!
Já tinha combinado de visitar a Ingrid que era 10 mins dali então fomos e vimos as crianças foi gostoso sempre outro mundo, outra realidade! Levam uma vida dura, com muita Torá e muito felizes!!
Dia 14/01/13 – terça-feira – Último dia dessa viagem  Passeamos por R´Anana, comprei as fôrmas de silicone que tanto queria pra fazer bolo, sorvete e já dei algumas coisas dessa loja de presente pra Nathalie de agradecimento. Buscamos as crianças na escola e almoçamos no falafel e shwarma daquela galeriazinha que sempre vamos, uma delicia principalmente ver os primos juntos! À tarde ficamos em função do remédio do irmão da Rose. Queria mto ter ido pra Netania que adorei quando fui,mas precisava pegar a receita com minha prima e ir na farmácia. Compramos em Bnei Brak uma chapa grande e grade pra sábado. Passeamos por aquele mundinho diferente hehe, pegamos a receita e compramos o remédio, enrolamos quase a tarde toda por isso. Em viagem, encomendas sempre são transtornos,mas por mitzvá fazemos qualquer sacrifício.
Dia 15/01/13 – Quarta-feira – Dia de ir embora. 7 malas prontas, chamamos um taxi pq pra levar todas as malas no carro alugado não caberia. Ele ficou bravo qndo chegou pq dissemos so 1 mala e como vimos que o táxi era enorme colocamos todas. Que medo, fui sozinha com as crianças e ele o Rony ia entregar o carro, veio nos seguindo. Mas de bravo, descontraí ele e ficou manso até me ajudou a tirar as malas e brincou com as ccs até chegar o Rony. Essa parte é preferível cortar ou resumir, pq certeza é a parte mais difícil: o voô. E depois de muitas horas de voo, escala, choramingos e tudo mais finalmente chegamos. No caminho de volta pra casa, no taxi, o Rony solta um comentário: “Vamos ficar pelo menos 1 ano sem viajar de avião com eles”. Hahaha parece até piada, eu quem fiz e desfiz todas as malas o tempo todo, e casacos pra La, botas e ski em outra mala, ufaa B”H é muito bom voltar Tb!!!